Heráldica da Junta de Freguesia do Raminho

Aprenda um pouco sobre a História Heráldica da Junta de Freguesia do Raminho

Heráldica

Heráldica da Junta de Freguesia do Raminho

Foi aprovado o Brazão, bandeira e selo branco for aprovados por proposta da Junta de Freguesia em sessão ordinária da Assembleia de Freguesia, em 16 de Fevereiro de 1996, tendo em conta o parecer da Comissão de Heráldica da Associação de Arqueólogos Portugueses, de 31 de Janeiro de 1996.

Brazão

Escudo verde, banda de ouro carregada de três abelhas de sua cor postas no sentido da banda, acompanhadas em chefe de sol de ouro de doze raios, seis em ponta e seis em chama, carregado de uma cruz latina de negro; em ponta uma gavela de trigo de ouro, atada de vermelho. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: «RAMINHO».

Bandeira – amarela. Cordão e borlas de prata verde. Haste e lança de ouro.

Selo – nos termos da lei, com a legenda “Junta de Freguesia do Raminho”

Simbologia da Heráldica

As figuras ou peças e cores que integram os Símbolos Heráldicos do Raminho representam:

O Verde – a esperança e a confiança, simbolizando também as ricas pastagens e campos desta freguesia.
A banda ou faixa em OURO, que atravessa o escudo, significa a fé cristã, também bem viva nos paroquianos do Raminho.

As Abelhas– simbolizam a dedicação e a persistência bem como o espírito de trabalho que anima os habitantes desta freguesia.

O Sol de doze pontas carregado de uma CRUZ pretende ser uma alusão ao padroeiro desta freguesia, S. Francisco Xavier. O sol na simbólica cristã passou a representar Jesus Cristo, o Sol da Justiça.

A Gavela de ouro, atada de vermelho, significa a abundância da produção agrícola do Raminho.

O Vermelho representa o valor e valentia bem como a caridade e a generosidade, atributo também do povo do Raminho.

Coroa Mural que, devido às suas três torres, distingue o Raminho como freguesia.

Os Símbolos Heráldicos desta freguesia foram cuidadosamente elaborados pelos senhores Dr. João Maria Mendes e José Henrique do Álamo Oliveira, a pedido desta Junta de Freguesia.