FREGUESIA

HERÁLDICA

Foi aprovado o Brazão, bandeira e selo branco for aprovados por proposta da Junta de Freguesia em sessão ordinária da Assembleia de Freguesia, em 16 de Fevereiro de 1996, tendo em conta o parecer da Comissão de Heráldica da Associação de Arqueólogos Portugueses, de 31 de Janeiro de 1996.

BRAZÃO – escudo verde, banda de ouro carregada de três abelhas de sua cor postas no sentido da banda, acompanhadas em chefe de sol de ouro de doze raios, seis em ponta e seis em chama, carregado de uma cruz latina de negro; em ponta uma gavela de trigo de ouro, atada de vermelho. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: «RAMINHO».

BANDEIRA – amarela. Cordão e borlas de prata verde. Haste e lança de ouro.

SELO – nos termos da lei, com a legenda “Junta de Freguesia do Raminho”

 

 

SIMBOLOGIA DA HERÁLDICA

As figuras ou peças e cores que integram os Símbolos Heráldicos do Raminho representam:

O VERDE - a esperança e a confiança, simbolizando também as ricas pastagens e campos desta freguesia.

A banda ou faixa em OURO, que atravessa o escudo, significa a fé cristã, também bem viva nos paroquianos do Raminho.

As ABELHAS - simbolizam a dedicação e a persistência bem como o espírito de trabalho que anima os habitantes desta freguesia.

O SOL de doze pontas carregado de uma CRUZ pretende ser uma alusão ao padroeiro desta freguesia, S. Francisco Xavier. O sol na simbólica cristã passou a representar Jesus Cristo, o Sol da Justiça.

A GAVELA de ouro, atada de vermelho, significa a abundância da produção agrícola do Raminho.

O VERMELHO representa o valor e valentia bem como a caridade e a generosidade, atributo também do povo do Raminho.

COROA MURAL que, devido às suas três torres, distingue o Raminho como freguesia.

Os Símbolos Heráldicos desta freguesia foram cuidadosamente elaborados pelos senhores Dr. João Maria Mendes e José Henrique do Álamo Oliveira, a pedido desta Junta de Freguesia.


Copyright ® Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados.